Código de ética JVP Engenharia

Diretor: Julius Sobral Vannier

 

Gerente: Gustavo Duarte

 

CNPJ: 32.250.599/0001-08

Rua Frei Damião 345 - Village – Rio das Ostras  - RJ/Brasil

Cep: 28895-620

Telefone: (22) 2760-8090

Email: jvp@jvp.eng.br

Site: https://jvp.eng.br/

Apresentação

Missão

Visão

Valores

A empresa JVP Engenharia fundada na cidade de Rio das Ostras, tem por  objetivo realizar projetos, com diversas obras concluídas com sucesso e com profundos conhecimentos em planejamento, suprimentos, orçamentos, legislação e laudos.

Nossa missão é garantir a segurança e a qualidade da obra, com presteza, honestidade e praticidade.

Ser o melhor escritório de projetos da região.

Possuímos como valor principal, a satisfação dos clientes e a qualidade dos projetos e serviços.

Princípios Gerais

Este Código é um documento que reúne as principais orientações éticas para a condução das atividades desenvolvidos por nossa empresa.

 

Nele estão descritos os princípios norteadores de nossa conduta, tanto individual, como social. E aplica-se a todos os entes envolvidos em nossos processos de produção, ou seja, aos dirigentes, funcionários, colaboradores, fornecedores, clientes e parceiros.

 

Estes princípios estão baseados no ordem jurídica do país, assim como, nas normas de moralidade que regem as ações e os comportamentos em nossa sociedade.

 

Esperamos que possa ser um guia; um orientador para a tomada de decisões.

Conduzimos nossas ações pelos princípios da legalidade, da moralidade, da pluralidade, da transparência e da eficiência. 

 

O respeito às leis e à democracia são os pilares do princípio da legalidade, vedado todo e qualquer ato de abuso ou infração legal, inclusive os atos corruptivos de qualquer natureza.

 

O principio da transparência coaduna com o da legalidade, visto que todo ato legal é transparente, sendo portanto factível de publicidade, vedado os direitos de sigilo garantidos em Lei de todos os entes envolvidos no processo de produção da empresa.

 

A dignidade e o respeito aos direitos são os princípios da moralidade e coadunam-se com os da pluralidade, tendo em vista que todas as diferenças devem ser respeitadas.

 

O zelo e a eficácia na execução das atividades fins da empresa são os princípios da eficiência. 

Princípios Econômicos

Na condução dos negócios e na formação de parcerias agimos sob o princípio da livre iniciativa econômica, desde que os mesmos não contrariem a ordem jurídica vigente.

Princípios de Qualidade

Nossos serviços e produtos são executados de acordo com as normas técnicas estabelecidas pelos órgãos de controle e fiscalização;

 

Nossos profissionais são habilitados conforme as normas e exigências técnicas dos Conselhos de Classe, os quais, ressalvamos já estão sob controle das Comissões de Ética específicas.

Obrigações dos Proprietários

a) Assegurar a boa conduta da empresa em todas as áreas de sua atuação profissional e territorial;

 

b) Assegurar a boa administração da empresa visando a sua  manutenção por tempo indeterminado, garantindo assim, sua contribuição técnica e social na sociedade;

 

c) Promover a boa imagem da empresa junto aos diferentes públicos envolvidos em seu processo de produção;

 

d) Garantir e fazer cumprir o presente Código de Ética;

 

e) Garantir a qualidade dos produtos e serviços oferecidos à sociedade;

 

f) Garantir as condições de trabalho de acordo com as Leis vigentes.

Obrigações dos Funcionários e Colaboradores

a) Executar suas atividades de acordo com os princípios da legalidade, da moralidade, da pluralidade, da transparência e da eficiência. 

 

b) Orientar-se em suas decisões pelos princípios expostos no presente Código de Ética e na legislação vigente no país, tanto a nível nacional, como estadual e municipal;

 

c) Exercer com zelo e dedicação as atribuições do cargo;

 

d) Agir com urbanidade com todos os públicos os quais venha a ter contato;

 

e) Agir pelo princípio da pluralidade respeitando todas as diferenças e direitos constituídos pelas leis do país;

 

f) Ser cortês, assíduo e pontual em todas as atividades com os diferentes públicos atendidos pela empresa;

 

g) Ser prestativo fornecendo todas as informações requeridas, ressalvadas as protegidas por sigilo da empresa ou por determinação legal;

 

h) Observar as normas e regulamentos da empresa; 

 

i) Cumprir as ordens superiores, exceto quando manifestamente ilegais;

 

j) Levar ao conhecimento da autoridade superior as irregularidades de que tiver ciência em razão do cargo, inclusive aquelas relacionadas à infração do presente Código de Ética;

 

l) Guardar sigilo sobre assuntos da empresa os quais venha a conhecer em virtude do cargo;

 

m) Manter conduta compatível com a moralidade administrativa;

 

n) Não receber, facilitar, instruir ou agir de qualquer forma que permita a propina, o pagamento de comissão, presentes ou vantagens de qualquer espécie; 

Das Penalidades

As infrações ao presente Código de Ética estão sujeitas às penalidades impostas pela legislação que trata da responsabilidade civil, cabendo aos dirigentes da empresa dar ciência às autoridades competentes para a condução do devido processo legal.

 

Em virtude de sua competência, no âmbito de sua responsabilidade relativa às infrações por parte dos funcionários e colaboradores, as penalidades seguirão o princípio da legalidade. De modo que, estão sujeitos às seguintes penalidades disciplinares, conforme legislação trabalhista:

 

        a) advertência;

        b) suspensão;

        c) demissão;

 

Na aplicação das penalidades serão consideradas a natureza e a gravidade da infração cometida, os danos que dela provierem, as circunstâncias agravantes ou atenuantes e os antecedentes funcionais.

Dos Direitos

De acordo com o princípio da legalidade, todos os entes envolvidos nos processos de produção da empresa têm garantidos todos os direitos resguardados pela Legislação Brasileira.

 

Constituindo-se princípio da empresa resguardá-los e assegurá-los no cumprimento de suas atividades fins.

Documentos Referenciados

Constituição Federal;

 

Código Civil;

 

Leis trabalhistas;

 

Código do Consumidor;

 

Código de Ética profissional do CREA – RJ.

Das Disposições Finais

Nas suas relações com diferentes públicos, inclusive clientes, fornecedores e instituições, a empresa resguarda-se ao direito de seguir os Princípios Gerais deste Código de Ética.

 

Inclusive no que diz respeito a atos corruptivos de qualquer natureza perpetrado por qualquer ente, seja clientes, fornecedores ou instituições.

 

Nossas atividades, produtos e serviços pautar-se-ão pela verdade, não podendo ser adulterados ou falseados quaisquer dados, informações ou documentos que venham a atender aos interesses de qualquer ente. Resguardando-nos o direito de rompimento de contratos e licitações que comprovem, a qualquer tempo, tenham sido  produzidos por ato ilícito.

 

 

 

 

Rio das Ostras, 26 de novembro de 2018.

 

Julius Sobral Vannier